AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Chapada: Sala de cinema exibe filmes com programação para adultos e crianças na Feira Literária de Mucugê

‘Tropykaos’, filme do baiano Daniel Lisboa, estará presente na exibição | FOTO: Divulgação |

A sétima arte também faz parte da Feira Literária de Mucugê (Fligê), evento que leva diferentes linguagens artísticas para a Chapada Diamantina desta quinta (15) até o domingo (18). A ‘FligêCine’, nome da mostra cinematográfica que acontece dentro da programação, dialoga com a temática central e exibe filmes, entre longas e curtas, que colocam em debate temas como racismo, desigualdade social, empoderamento, machismo e lugar de fala, além da própria literatura e da poesia.

A primeira exibição será do documentário-ficção de Silvio Tendler, ‘Castro Alves: o retrato do poeta’ (1998). Protagonizada por Bruno Garcia, o filme recupera a atuação do escritor nas lutas pela proclamação da república e a abolição da escravatura, além de mostrar seu lado apaixonado e até mulherengo. A poesia segue na ‘FligêCine’ na história de um jovem poeta em crise que não consegue escrever seu livro de poesias.

De calça, tênis e moletom, Guilherme, mais conhecido como Guima, caminha pelas ruas do centro de Salvador se escondendo do sol que está lhe causando uma espécie de “ultraviolência solar”. Esse é o enredo de ‘Tropykaos’, filme do baiano Daniel Lisboa, que estará presente na exibição. Os documentários ‘Slam, voz do levante’ (Roberta Estrela D’alva e Tatiana Lohmann), ‘Contra o Veneno Peçonhento do Cão Danado’ (Marcelo Lopes), ‘No caminho dos diamantes’ (Otoniel Fernandes e J. Santos) e ‘Glauber: labirinto do Brasil’ (Silvio Tendler) também estão exibidos.

‘Slam’ fala sobre as batalhas de poesia performáticas que atraem ouvintes de diferentes realidades sociais e vivências. ‘Contra o Veneno’ é um filme conquistense que conta histórias de gente com o “corpo fechado”, também foi filmado na Chapada Diamantina. Outro que retrata a Chapada é ‘No caminho dos diamantes’, um curta que mostra paisagens e percursos do parque nacional.

O segundo filme de Tendler na programação será exibido como uma homenagem aos 80 anos de Glauber Rocha. Um filme que desvenda o polêmico cineasta baiano que revolucionou o cinema, promovendo uma radical revisão na cultura brasileira. É um filme-tributo à memória de um artista que idealizava um cinema independente e libertário. Outros títulos serão exibidos no espaço do cinema (confira os horários aqui). As sessões acontecem na Casa da Filarmônica.

FligêCine Infantil
Os filmes também estarão na ‘Fligêzinha’. Todos os dias, a programação infantojuvenil da Fligê será iniciada e encerrada com a exibição de curtas infantis. Nesse ano, as sessões serão inclusivas, com audiodescrição e tradução em libras.

Confira a programação:
Sexta (16/8)
9h
Imagine uma menina com cabelos de Brasil… (Alexandre Bersot, Animação, 10 min)
Disque Quilombola (David Reeks, Documentário, 13 min)
17h
Lé com Cré (Cassandra Reis, Stop Motion, 5 min)
Lá do Alto (Luciano Vidigal, Live Action, 8 min.)
Maré Capoeira (Paola Barreto Leblanc, Live Action, 14 min.)

Sábado (17/8)
9h
O Melhor Som do Mundo (Pedro Paulo de Andrade, Live Action, 13 min)
Meow (Marcos Magalhães, Animação, 8 min.)
Dourado (Bernardo Vieira, Live Action, 8 min.)

17h
Dúdú e o Lápis Cor de Pele (Miguel Rodrigues, Live Action, 19 min.)
Menina Bonita do Laço de Fita (Diego Lopes e Cláudio Bitencourt, Animação, 7 min)

Domingo (18/8)
9h
Calango (Alê Camargo, Animação, 8 min.)
Dia Estrelado (Nara Normande, Animação, 17 min.)

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas