CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Chapada: Professores de Ituaçu param por 48h em protesto contra decretos da prefeitura

Os profissionais de educação querem manter o plano de carreira da categoria e não descartam greve | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Os professores do município de Ituaçu, na Chapada Diamantina, vão parar as atividades por 48h esta semana para protestar contra decretos editados pela prefeitura administrada pelo gestor Adalberto Luz (PTB). De acordo com informações enviadas ao Jornal da Chapada, a paralisação será quinta (22) e sexta-feira (23) e o Sindicato dos Professores da Rede Pública Municipal de Ituaçu (Sinproi) convoca os profissionais a aderirem à manifestação que tenta manter o plano de carreira da categoria. O sinal de alerta de greve é acionado no município chapadeiro.

Em ofício, a presidente do Sinproi, Risoleyde Costa Silva, aponta para o estatuto social do sindicato e justifica o ato contra os decretos que retiram direitos. “O Sinproi informa também, que os cronogramas de atividades serão feitos por meio das redes sociais”, aponta nota da entidade. Já o diretor regional da Central de Trabalhadores do Brasil (CTB) e da Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais (Fesempre), Cezar Nolasco, os professores não vão aceitar a retirada de direitos.

“Os trabalhadores em educação precisam entender que nenhum prefeito, nenhum gestor pode retirar as nossas conquistas. Lutamos muito para manter em nosso plano de carreira, as nossas vantagens, direitos e conquistas. O que reza a própria legislação, tanto pela lei do piso quanto do PNE [Plano Nacional de Educação], que vem para valorizar o professor. Então, só a luta que consegue manter e ampliar os nossos direitos. Caso a prefeitura retire as vantagens, teremos perdas históricas e difíceis de reconquistá-las”.

Jornal da Chapada

Veja vídeo divulgado em rede social

Leia também

Chapada: Sindicato dos professores municipais de Ituaçu debate possibilidade de paralisação e greve

Chapada: TCM denuncia ex-prefeito de Ituaçu ao MP por pagamento irregular a médico

Chapada: Prefeitura de Ituaçu é investigada por pagar mais de R$1,7 milhão em contratação irregular

Chapada: Prefeitura de Ituaçu na mira do MPF por deixar de recolher contribuições descontadas de servidores

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas