CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica
Trending

Chapada: Potencialidades e dificuldades da região são tratadas durante agendas de secretários estaduais em municípios

Lençóis, Utinga, Andaraí e Mucugê receberam as visitas da comitiva com cinco titulares de pastas do governo Rui Costa

Com o objetivo de identificar as potencialidades de investimento nas áreas de agricultura irrigada, cadeia da proteína animal e turismo, visando um desenvolvimento sustentável, social e econômico, além de viabilizar a geração de emprego e renda, uma comitiva com cinco pastas do Governo do Estado esteve na Chapada Diamantina, entre os dias 12 e 14 de setembro. O grupo formado pelos titulares do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira; da Agricultura, Lucas Costa; do Turismo, Fausto Franco; de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes; e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro passou pelas localidades de Lençóis, Utinga, Igatu, Andaraí e Mucugê.

No primeiro dia de agenda, na quinta-feira (12), foi realizada uma visita à Fazenda Arco Verde, em Utinga, que é referência em fruticultura, principalmente no cultivo de banana. Depois, os secretários e técnicos seguiram para o Frigorífico Ganha Fama, em Andaraí, que representa outro grande potencial da região, gerando emprego e renda. Houve ainda uma reunião com os prefeitos do Consórcio Chapada Forte.

Na reunião do Consócio, o secretário João Carlos e a diretora-geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles destacaram alguns pontos da Bacia do Utinga e outras questões ambientais pertinentes da Chapada. “Para que o órgão público possa fazer uma gestão efetiva é necessário que a população cumpra com a legislação ambiental, que passa pela regularização das propriedades, pedido de dispensa de outorga, entre outros instrumentos e políticas ambientais”, ressaltou Márcia Telles.

Mais fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na sexta-feira (13), o grupo conheceu de perto as demandas e potencial da região com a visita à Fazenda Progresso, que vem integrando o eco, agro e enoturismo, oferecendo ao mercado mundial um café de qualidade e atualmente está investindo em uma vinícola, hotel e polo gastronômico, que vai trazer desenvolvimento para a Chapada, com um investimento de R$ 60 milhões, e geração de mais de 200 empregos diretos. Outro futuro projeto da Progresso é o cultivo protegido de tomate, pimentão e outras culturas, livres de agrotóxicos e com baixa demanda hídrica, unindo sustentabilidade e tecnologia.

No último dia, sábado (14), as atividades na Chapada foram finalizadas com uma reunião em Lençóis com diversas lideranças. “Nos três dias conhecemos de perto as potencialidades e dificuldades, e vamos juntos buscar soluções. Temos agora o compromisso de levar até o governador Rui Costa uma pauta com as principais demandas da Chapada Diamantina, que vai auxiliar a atuação do Governo da Bahia no interior”, destaca o secretário João Carlos. As informações são de assessoria.

Leia também

Para desenvolver ações na região, comitiva do governo estadual visita municípios da Chapada Diamantina

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas