CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia
Trending

#Bahia: Vídeo mostra delegado que morreu sendo baleado em Feira de Santana

O delegado não estava em serviço e passeava pelo município baiano, quando foi fazer compras e acabou sendo baleado.

O delegado de 58 anos que foi morto a tiros durante um assalto no último sábado (21), em Feira de Santana, terá o corpo cremado no Cemitério Jardim da Saudade, neste domingo (22), às 15h, na capela G. Gesta Dermeval Costa Santos estava no Centro de Abastecimento do município quando o crime aconteceu, no final da manhã, de acordo com dados da Polícia Civil.

Ainda conforme a Polícia Civil, equipes da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Feira de Santana, com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigam o latrocínio contra o delegado e fazem buscas para identificar e prender o suspeito do crime, que está foragido. Um helicóptero da Polícia Militar está ajudando nas investigações.

O delegado não estava em serviço e passeava por Feira de Santana, quando foi ao local fazer compras e acabou baleado. Em nota, o Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) informou que a vítima trabalhava na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), em Salvador, e estava com um primo quando um homem chegou ao local e anunciou o assalto.

Inicialmente, o sindicato disse que o delegado reagiu e acabou alvejado. No entanto, o Sindipoc corrigiu a informação e disse que o delegado não estava armado, não reagiu à abordagem e se assustou após o suspeito encostar a arma nas costas dele. A vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital São Mateus, mas não resistiu.

O presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, enfatiza que o homicídio do delegado representa uma grande perda a Polícia Civil baiana e a investigação criminal deverá elucidar a autoria do crime. “Mais uma perda para nós policiais civis! Ele era um grande amigo! Um colega, um trabalhador que se dedicava todos os dias à instituição e à sociedade. Temos a obrigação de identificar os autores e efetuar a prisão. O crime não poderá ficar impune”, ressalta Eustácio Lopes.

Veja vídeo do momento do crime

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas