CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Bahia: Rui afirma que entrará com ação no STF para importar vacinas e trabalhadores da educação passam a ser prioridades

Segundo o governador da Bahia, já tinham sido garantidas 37 milhões de doses do imunizante pelo Consórcio Nordeste.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não liberou a importação do imunizante Sputnik V. Com isso, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta quinta-feira (15) que entrará com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para conseguir importar as vacinas que já estão negociadas pelo Consórcio Nordeste. Além disso, ele também anunciou que os trabalhadores da educação a partir de 55 anos passam a ser prioridade na vacinação contra a covid-19.

Segundo ele, já tinham sido garantidas 37 milhões de doses pelo consórcio e mesmo com a lei aprovada no Congresso Nacional, a importação ainda precisa da liberação da Anvisa. “A cada dia que passa, se torna mais urgente a vacinação em massa no Brasil, mas o país segue a passos lentos na imunização, enquanto o número de mortes pela covid-19 aumenta”, ressalta o gestor estadual, em suas redes sociais.

“Nós vamos entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal para conseguir importar as vacinas que já estão negociadas. A Bahia e o Consórcio Nordeste já garantiram 37 milhões de doses. É um caso único na história da humanidade onde a vigilância sanitária age tentando atrapalhar o trabalho de prefeitos e governadores. Não podemos aceitar isso parados. Precisamos salvar vidas!”, completa.

Ampliação na prioridade de vacinação
O governador da Bahia anunciou que foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (15) a prioridade na vacinação para trabalhadores da Educação a partir de 55 anos.

“Precisamos de mais vacinas para ampliar a imunização e retomar as aulas com segurança para todos”, destaca Rui.

Além disso, também foi definida a ampliação da vacinação de policiais e demais trabalhadores da segurança e salvamento. De forma escalonada, profissionais de 45 a 49 anos que atuam nesta área também serão priorizados.

“O cronograma de vacinação será estabelecido pelos Municípios e depende da chegada de mais vacinas. Por isso tenho cobrado celeridade do governo federal. Por isso garantimos a Sputnik V e estamos lutando para que a Anvisa autorize a importação da vacina russa”, finaliza Rui.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios