CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoTop
Trending

#Vídeo: Eduardo Bolsonaro chama prefeito de Nova York de ‘marxista’ e diz que EUA podem virar Venezuela

As falas do parlamentar acontecem após De Blasio mandar duas mensagens a Bolsonaro.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chamou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, de “marxista”, e falou que Estados Unidos podem virar Venezuela. As declarações foram ditas à Fox News, emissora dos EUA, na noite de terça-feira (21).

As falas do parlamentar acontecem após De Blasio mandar duas mensagens ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). Ele marcou o chefe do Executivo em uma publicação que informava locais de vacinação contra a covid-19 e ter dito a Bolsonaro que ele “nem precisa vir” à cidade caso não queira se vacinar.

Jair Bolsonaro está em Nova York desde o último domingo (19) para a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), onde discursou nessa terça (21). Bolsonaro é o único chefe de estado que não se imunizou contra o coronavírus.

Em razão disso, Bolsonaro afirmou que as falas mostram “como as pessoas de esquerda são”. “Elas querem controlar tudo. Mas eu sei que de Blasio é um marxista que segue muito o que [o filósofo italiano] Antonio Gramsci diz”, sugeriu. Ao ser questionado se o prefeito seria um marxista, o deputado confirmou. “Quando você pensa que sabe o que é melhor para as outras pessoas mais do que a opinião delas, isso mostra quem você é”.

Ainda durante a entrevista, Eduardo ainda afirmou que EUA podem se tornar a Venezuela. “Não achem que a Venezuela é algo muito distante de vocês. Na década de 90, se você falasse aos venezuelanos que um dia a Venezuela se transformaria em uma ditadura, eles nunca levariam a sério. Essa é uma forte mensagem com a qual você precisa se importar”, disse. Jornal da Chapada com informações de Carta Capital e Diário de Pernambuco.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios