Artigo: Desfile de 7 de Setembro foi um fiasco em Itaberaba e recebeu críticas pela internet

Postado em set 7 2014 - 4:34pm por Jornal da Chapada
fotos

Desfile cívico em Itaberaba foi criticado por artista ligado à prefeitura | FOTO: Reprodução/Facebook |

Por Deninha Fernandes*

O Jornal da Chapada nem precisou criticar o desfile cívico de 7 de Setembro, realizado neste domingo no município de Itaberaba, pela administração do prefeito João Almeida Mascarenhas Filho (PP). Não houve críticas porque na concepção do periódico, toda forma de comemorar a Independência do Brasil nas escolas, principalmente, nas escolas públicas, é um ato de civismo que deve ser plantado na cabeça do cidadão ainda criança. Além do mais, é levado em consideração o clima na cidade, já que a primavera hoje parecia inverno.

Entretanto, o desfile cívico de Itaberaba foi duramente criticado por Máximo Alegria, um jovem artista que entende como ninguém de tema, enredo, e alegorias e evolução, quesitos fundamentais para análise de um bom cortejo. “Desfile horrível de Itaberaba, minha terra tão linda! Nunca presenciei em toda minha vida artística, um desfile de 07 de Setembro tão desorganizado, bagunçado e confuso. Esperava algo melhor! Salvo a Polícia Militar que demonstrou disciplina, em seu horário de chegada e suas harmoniosas marchas, e parabenizo a Fanfarra Bancetep Cetep, que adentrou na Avenida, com muito carisma e energia contagiante”, declarou em rede social o artista.

alegria

| FOTO: Reprodução/Facebook |

Ainda segundo Máximo, os demais pelotões deixaram a desejar se perdendo no percurso. “Toda apresentação artística exige técnica e para adquirir tal técnica, é obrigatório muitos ensaios, amor à arte e principalmente, profissionais capacitados, além de um líder [artista] com olhar sensível e futurista para, manifestar em público a sua emoção. Desfile sujo, mal comunicado e poluído. Almejo que 2015 seja melhor”, completa.

O curioso é que o jovem artista, segundo informações, presta serviços à prefeitura na Secretaria de Assistência Social, como coordenador do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e do Programa Projovem, órgão comando pela primeira dama (a mulher do prefeito), Maira Mascarenhas. O que não se sabe ainda é se Máximo Alegria fez a critica com a aquiescência da primeira dama, que está em pé de guerra com a irmã do prefeito Marigilza Mascarenhas, que comanda inclusive a área de educação, ou, foi realmente sincero na leitura que fez do evento. De qualquer sorte, não custa lembrar ao jovem artista o que diz um adagio popular: “na briga da maré contra o rochedo, quem sobra é o caranguejo”.

foto4

| FOTO: Reprodução/Facebook |

Falando nessa briga das duas mulheres, ligadas diretamente ao prefeito João Filho, por mais espaço no poder, é fácil lembrar que foi assim que o gestor traiu seu padrinho político, o irmão Jadiel Mascarenhas. Tudo começou com uma disputa pelo poder entre a primeira dama e o irmão do prefeito. Naquela época, João Filho se livrou do irmão e preferiu sua esposa recebendo, inclusive, apoio incondicional da irmã Marigilza.

A briga pelo poder é como um jogo de xadrez, onde o jogador busca o xeque-mate (também chamado de mate) no adversário, muito embora, na prática, o jogador em grande desvantagem ou iminência de derrota tem a opção de abandonar (desistir) a partida, antes de receber o mate. E agora? Quem será a próxima vítima na disputa pelo poder de Itaberaba?

*Deninha Fernandes é editora chefe do Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.