Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Rui Falcão debate cenário de 2016 com a EPS da Bahia e Valmir defende projeto do PT

foto1
O ministro da Defesa Jaques Wagner durante encontro do diretório do PT na Bahia, que também envolveu deputados e petistas de diferentes regiões da Bahia | FOTO: Peter Shilton |

Debates sobre as conjunturas estadual e nacional, as estratégias para as eleições municipais, o fortalecimento do PT e a aprovação de uma resolução para o próximo período, apontando como o partido se comportará nos municípios com as alianças políticas. Esses foram os temas centrais do encontro do Diretório Estadual do PT, realizado neste sábado (1º), em Salvador, com a presença do presidente nacional da sigla, Rui Falcão, deputados estaduais e federais, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, membros da diretoria e do ministro da Defesa e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner. Presente à reunião, o parlamentar Valmir Assunção (PT-BA) citou as dificuldades atuais, as pautas em andamentos do Congresso e pediu a continuação do projeto implantado pelo PT.

foto
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, e o deputado federal, Valmir Assunção | FOTO: Peter Shilton |

Em conversa com o presidente Falcão, que recebeu a cúpula da tendência interna do PT, Esquerda Popular Socialista (EPS), Assunção disse “que o partido não ficará refém do ódio, nem das mentiras da direita brasileira e da grande mídia. Iremos à luta com o sorriso no rosto e disposição para lutar. Defenderemos o legado do partido, que tirou milhões da pobreza e levou o Brasil a outro patamar. Nessa reunião ampliada do partido, as atuais conjunturas políticas vão auxiliar nesse fortalecimento interno do partido para dar continuidade a esse projeto que mudou o país e a Bahia”, aponta Valmir. No encontro com o presidente nacional do PT, a EPS ampliou os debates de atuação conjunta com o Novo Rumo, um campo que tem se formado no PT envolvendo os membros de esquerda da sigla, e o fortalecimento de ambas as tendências.

O ministro Jaques Wagner também falou dos ataques e do clima de ódio instalado em todos os debates políticos e garantiu que o partido seguirá forte. “O PT seguirá na busca por mais direitos, inclusão, igualdade, mais respeito e tolerância. A democracia brasileira não admitirá retrocesso. Os que cultivam a intolerância de classe, de cor, raça ou gênero, não vão nos intimidar. Não temos medo e seguiremos na luta”, completa Wagner se lembrando dos ataques ao Instituto Lula, em São Paulo e da campanha de intolerância que vigora. “Não abriremos mão de defender, com todas as forças, a democracia”. Já o presidente Rui Falcão disse no encontro que vai “fortalecer a atuação na Bahia e ampliar cada vez mais os campos de atuação dos governos estadual e federal”.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios