Chapada: Chacina no município de Lençóis deixa seis mortos; controle do tráfico é principal suspeita

Postado em ago 7 2017 - 5:42pm por Jornal da Chapada
jc

Os policiais foram até o local e constataram que duas pessoas foram mortas em uma residência e as quatro restantes em outra, a menos de um quilômetro de distância | FOTO: Jornal da Chapada |

A disputa pelo controle do tráfico de drogas é a causa mais provável da chacina de seis homens na comunidade Iúna, em Lençóis, na Chapada Diamantina, por volta das 22h30 do último domingo (6). Conforme informações da Polícia Militar, as mortes foram decorrentes de armas de fogo. Os policiais foram até o local e constataram que duas pessoas foram mortas em uma residência e as quatro restantes em outra, a menos de quilômetro de distância.

Leia também
Chapada: Polícia prende trio por envolvimento na chacina em comunidade de Lençóis

O local foi isolado para evitar contaminação da cena do crime e os peritos foram averiguar a situação. Eles recolheram materiais, como cápsulas de munição e posteriormente entregarão o laudo à titular da Delegacia de Lençóis, Mariela Campos-Sales Silvério, que acompanha o caso de perto. O território de Iúna é uma comunidade Quilombola da Chapada Diamantina – onde no dia 16 de julho foi assassinado o trabalhador rural quilombola Lindomar Fernandes Martins, de 37 anos.

Em conversa por telefone com o Jornal da Chapada, ela disse que apenas dois dos seis mortos tinham passagens pela polícia. Ambos por tráfico de drogas. “Ontem [domingo] foram ouvidas pessoas informalmente e ainda estamos na identificação de qual foi a causa. Uma questão de droga talvez seja a mais certa, mas não podemos confirmar”, disse a delegada.

Por Adalício Neto / Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

8 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.