#Bahia: ACM Neto teria decidido disputar governo e anúncio será com aliados nesta sexta

Postado em abr 5 2018 - 7:50pm por Jornal da Chapada
acm neto

O prefeito democrata marcou o anúncio de sua decisão sobre a sucessão estadual para esta sexta até o meio dia | FOTO: Divulgação |

O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) mantém o suspense sobre a decisão de disputar ou não as eleições para governador da Bahia contra Rui Costa (PT) este ano. De acordo com informações do Política Livre, depois de passar o dia inteiro reunido com aliados, tratando sobre os cenários, o prefeito democrata marcou o anúncio de sua decisão sobre a sucessão estadual para esta sexta até o meio dia. “A ideia é que seus aliados sejam os primeiros a saber”, salienta o site em nota publicada nesta quinta.

Outros meios de comunicação seguem com especulações. Uns já até arriscam compor a chapa majoritária de Neto. Caso o prefeito decida se afastar da prefeitura, a conjuntura aponta para o PSDB ter uma vaga na vice, o nome seria o do deputado federal João Gualberto. Devem completar a chapa de oposição a Rui Costa o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM) e o deputado federal Jutahy Magalhães Júnior (PSDB-BA), ambos para o Senado. Gualberto é considerado milionário e deve bancar a estrutura da campanha.

Visita de Temer
Nesta sexta-feira (6), dia em que o prefeito ACM Neto dirá se será candidato ou não, quem visita Salvador é o presidente Michel Temer (MDB). Aliado do gestor democrata, o presidente estará na capital baiana para participar da posse das diretorias da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e da Confederação das Indústrias do Estado da Bahia (Cieb). Não há informações se Neto estará na solenidade e se Temer vai participar de alguma atividade com o prefeito.

Prisão de Lula
Sobre o decreto de prisão do ex-presidente Lula, o prefeito de Salvador afirmou que a tentativa do petista ser candidato cai por terra. Para o gestor, principal adversário de Lula na Bahia, a decisão de Moro vai “impactar nas eleições de todo o Brasil”.

“Lula, independentemente de ser ex-presidente, era candidato do PT a presidência da República. Nós, que conhecemos a legislação da lei da ‘Ficha Limpa’ já sabíamos que Lula estava inelegível, no entanto, o PT ainda insistia na possibilidade de apresentar Lula como candidato na tentativa, que eu diria até de enganar as pessoas, tentar criar uma situação que não existe. Agora, me parece que mesmo essa tentativa cai por terra, portanto, não há sequer uma hipótese de se especular uma candidatura do Lula”, avaliou.

Ainda conforme o democrata, o PT perde sua principal peça política. “Óbvio que o PT tendo o seu principal nome fora do jogo e publicamente consolidado que não poderá ser candidato, deixa o partido desfalcado. O efeito que isso vai ter a médio e longo prazo, ninguém sabe e eu não aposto nem em prejuízos, nem em benefícios, porque como costumo dizer, nós temos que tomar nossas posições, seguir os caminhos independentemente do que vai acontecer com os nossos adversários”, disse. Jornal da Chapada com informações do Política Livre, Bahia Notícias e Bocão News.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.