CidadesCuriosidadesEditorialMenu PrincipalTop
Trending

#Polêmica: Prefeito de Serrinha retira a candidatura a presidente da UPB e deixa o PP junto com o gestor de Governador Mangabeira

Segundo o prefeito Adriano Lima, o processo eleitoral deveria ser uma disputa entre prefeitos para o comando da UPB, propositiva e com soluções práticas e eficazes para os chefes dos executivos municipais e cidades.

O prefeito de Serrinha, Adriano Lima (PP), retira sua candidatura a presidente da UPB. Ele afirma que não tem “nada contra o prefeito Zé Cocá”, mas informou que não fará composição na sua chapa. E anunciou também sua saída do Progressistas. Outro prefeito que deixa o PP é o de Governador Mangabeira, Marcelo Pedreira de Mendonça.

Segundo Adriano Lima, o processo eleitoral deveria ser uma disputa entre prefeitos para o comando da UPB, propositiva e com soluções práticas e eficazes para os chefes dos executivos municipais e cidades.

“Mas o que está ocorrendo é um processo eleitoral onde os prefeitos não podem escolher o seu melhor representante e têm que seguir as ordens dos poderes superiores, pois estão com a visão míope, antecipando um cenário de 2022 na eleição para presidente da UPB”. Ele afirma que ocorrem retaliações a “prefeitos que não apoiam a chapa criada nos gabinetes, sem diálogo e democracia”.

Ele também frisou que sua candidatura foi pautada em temas para a proteção e valorização da classe dos prefeitos. Mas que “as retaliações e procedimentos mesquinhos da velha política retiram o ‘elã’ da candidatura” .

E afirma que retira sua candidatura “de cabeça erguida e com a certeza que o trabalho e as propostas para futuro da entidade (UPB) deixadas por ele são o caminho de fortalecimento da independência da entidade”.

Adriano Lima também se posicionou contra a situação de prefeitos servirem “somente como excelentes cabos eleitorais em períodos de pleitos e estarem sempre submissos às vontades dos poderes maiores”.

E ressaltou a importância dos prefeitos. “Que o tamanho da nossa responsabilidade na gestão pública seja exemplo para incitar cada prefeito a reconhecer sua força e importância no cenário político”.

“Registro os meus sinceros agradecimentos aos 102 prefeitos que assinaram e concordaram em pensar numa UPB sem partido”. E finalizou afirmando que “é melhor morrer de pé do que viver de joelhos”. Ele ainda pontuou que irá seguir lutando pelo crescimento e desenvolvimento de Serrinha e região.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios