Segundo ICMBio, chamas já consumiram 23 mil hectares do Parque Nacional da Chapada Diamantina

Postado em dez 23 2015 - 11:48am por Jornal da Chapada
foto5

Foram investidos nos combates aos incêndios pelo governo baiano mais de R$ 14 milhões | FOTO: Mateus Pereira/Secom |

A destruição das áreas do Parque Nacional da Chapada Diamantina foi contabilizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em, pelo menos, 23 mil hectares. Há cerca de 15 dias, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) havia informado a perda de 15 mil hectares somente dentro do parque. Segundo o órgão federal, no total, a unidade perdeu 15% dos seus 152.141,87 hectares.

Os combates aos focos de incêndio se dão em sua maior parte por voluntários e moradores, mas estão em conjunto com o corpo de bombeiros do estado, por exemplo. No total, de acordo com a Sema, são 50 mil hectares de vegetação que foram devastados nos três últimos meses pelo fogo na região da Chapada Diamantina.

fopto5

Os combates aos focos de incêndio se dão em sua maior parte por voluntários e moradores | FOTO: Mateus Pereira/Secom |

Leia também:
Utilização de verbas nos combates aos incêndios na Chapada Diamantina é vistoriada por defensorias públicas

Fogo na Chapada: Kits para combater incêndios são ineficientes e de baixa qualidade, apontam voluntários

Fogo na Chapada: Chamas ainda atingem localidades de Jacobina, Miguel Calmon e Caém

Fogo na Chapada: Festival usa bilheteria para equipar brigadas e aponta animais que correm risco de extinção

Fogo na Chapada: Gruta do Lapão é reaberta para turistas; Analista aponta avanço com focos controlados

Chapada: Chamas retornam na região do Capão; Lençóis controla focos e brigadistas seguem para Ibicoara

Deputado cobra rapidez na criação de comissão para ampliar ações de controle e prevenção aos incêndios na Chapada

Diariamente, as equipes se reúnem para avaliar o trabalho realizado e planejar as próximas ações. Além dos equipamentos individuais, as equipes contam com o apoio de oito aviões e cinco helicópteros contratados pelo governo da Bahia e pelo ICMBio; juntos realizaram mais de 1.500 horas de voo, nos últimos dois meses. Todos os dias, as aeronaves realizam voos de reconhecimento, fazem mais de 100 lançamentos de água sobre o fogo e transportam os brigadistas até locais próximos aos incêndios.

Foram investidos nos combates aos incêndios pelo governo baiano mais de R$ 14 milhões em aluguel de aeronaves, compra de equipamentos, veículos tracionados, diárias, alimentação, fiscalização e atividades de educação ambiental para sensibilização das comunidades.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

6 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.