Chapada: Chamas retornam na região do Capão; Lençóis controla focos e brigadistas seguem para Ibicoara

Postado em dez 20 2015 - 8:47pm por Jornal da Chapada
foto5

A trilha da cachoeira da Fumaça teve acesso restrito neste domingo devido ao retorno do fogo | FOTO: Arquivo/Pedro Meza |

Neste domingo (20), as informações sobre os incêndios florestais na Chapada Diamantina são pouco animadoras. Embora se tenha conseguido controlar as chamas na região de Lençóis, houve reignição de alguns focos na área da cachoeira da Fumaça, no Vale do Capão, distrito do município de Palmeiras. As linhas de fogo que atingem Ibicoara são consideras um grande problema por se aproximarem rapidamente de Mucugê. Até o sábado (19), as linhas de fogo eram de mais de 10 quilômetros em Ibicoara. Essa semana, a Defensoria Pública da Bahia e a Defensoria Pública da União pediram à Justiça a execução da multa diária de R$ 10 mil aos governos estadual e federal por descumprimento da decisão judicial que determinou reforço de material e de pessoal para o combate a incêndios na Chapada.

De acordo com informativo da Associação de Condutores e Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC), publicado no final da tarde deste domingo (20), a Brigada Voluntária trabalhou no combate na trilha da cachoeira da Fumaça, onde a linha de fogo voltou em diferentes pontos. “O fogo retornou devido à baixa umidade relativa do ar e à exposição ao sol que aquecem as turfas [solo com brasas] que ao encontrarem com gravatas e outras espécies de plantas provocam a reignição [do fogo]. Em alguns pontos realizamos o contra fogo como mecanismo de eliminação de combustível”, aponta trecho da nota da ACV-VC.

Ainda segundo o informe da associação, neste domingo foi difícil mobilizar uma brigada com combates suficientes para seguir trabalho na trilha da Fumaça. “[A região] ficou monitorada e teve o acesso restrito devido ao alto risco de reignição. Atrás do Morro do Branco o fogo continua em alguns pontos. Segundo o PNCD [Parque Nacional da Chapada Diamantina] os focos são em locais inacessíveis. Por isso insistimos na contratação do helicóptero com bambi bucket para o lançamento de água em locais de difícil acesso”, salienta a ACV-VC.

foto5

Combate em Ibicoara tem o apoio do governo do estado com aeronaves que jogam água na linha de fogo que segue sentido a Mucugê | FOTO: Mateus Pereira/Secom-GOVBA |

Leia também:
Defensorias são convidadas para acompanhar ações na Chapada após pedirem multa diária de R$ 10 mil aos governos

Falta de estrutura dificulta ação de brigadistas voluntários na Chapada Diamantina

Fogo na Chapada: Incêndio continua a consumir Parque Estadual em Miguel Calmon

Fogo na Chapada: Novo foco é identificado entre Andaraí e Lençóis e ameaça comunidade quilombola

Brigadistas seguem monitoramento e rescaldo no Capão; Venezuela faz matéria sobre os incêndios

Controlado fogo em Lençóis e Ibicoara segue combate
Também neste domingo (20), a Brigada de Resgate Ambiental de Lençóis (BRAL) informa que os focos de incêndios na região foram controlados. A BRAL segue monitoramento e ainda enviou uma equipe para o Sul do Parque Nacional da Chapada Diamantina para atuar no fogo que consome a vegetação no município de Ibicoara.

Segundo a direção da brigada, 15 voluntários devem atuar no fogo em Ibicoara até eliminar as chamas, que seguem em direção a Mucugê em alta velocidade. “Até ontem [sábado, 19] as linhas de fogo eram de mais de 10 quilômetros. Hoje [domingo, 20], 15 voluntários se mobilizaram para ficar no combate até o fim do fogo nessa região”. Em nota, a BRAL também informa que há o apoio de helicópteros e aviões do governo baiano e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ajuda com 20 brigadistas contratados.

Materiais de doações no Vale do Capão
A brigada do Vale do Capão recebeu, neste domingo, uma série de materiais enviados do governo da Bahia para auxiliar no combate aos focos de incêndios. De acordo com o informe da ACV-VC os materiais foram entregues por um representante da Defesa Civil do Estado, Paulo Sérgio Menezes Luz. A associação salienta que Paulo “sempre foi muito prestativo com a brigada” e listou os produtos entregues: 10 bombas costais; nove apitos com cordão; 22 lanternas portáteis; 10 calças e 10 gandolas.

“Está semana adquirimos com os recursos oriundos das doações equipamentos de extrema importância para a brigada como spot, GPS e uma motobomba MiniStrike. Continuamos em estado de atenção, monitorando os focos em torno do Vale do Capão”. A direção da ACV-VC ainda agradeceu as doações e contribuições de todos os envolvidos e voltou a pedir chuva para a região como saída para amenizar a situação dos incêndios na região.

Jornal da Chapada

Confira vídeo da internauta Vera Weigand sobre a situacão do fogo em Ibicoara:

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

6 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.