CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Feriadão chegando é hora de curtir as maravilhas da região da Chapada Diamantina

rita barreto
Turista pratica cascading em cachoeira na região da Chapada Diamantina | FOTO: Rita Barreto/UOL Mais |

O feriado de Tiradentes, no dia 21 de abril, está chegando e muita gente deve “enforcar” a sexta-feira (22). Quem fizer isto poderá passar mais tempo curtindo as belezas da Chapada Diamantina. Serão quatro dias de folga, ideal para escapar da agitação da cidade grande. Com atrações saborosas para os amantes de natureza, o Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) é formado por 152 mil hectares de preservação ambiental. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação Ambiental (ICMBio), e é um dos maiores parques de preservação do país fora da região Amazônica.

fumaça
A Cachoeira da Fumaça fica em Palmeiras | FOTO: Reprodução |

A Chapada Diamantina é um dos principais destinos ecoturísticos do país, tendo, também, grande repercussão no turismo internacional. Parte desse poder de atração da região é devido a sua privilegiada geomorfologia, repleta de cânions, montanhas, cachoeiras, cavernas e as chapadas, propriamente ditas.

Leia também:
Feriadão de Tiradentes promete lotar o setor hoteleiro da Chapada Diamantina

Bahia terá operação especial para o feriado de Tiradentes; Chapada Diamantina é destino

Olimpíadas 2016: Tocha visitará poços, grutas e cachoeiras na Chapada Diamantina

Chapada: Vale do Capão recebe a terceira edição de encontro de chorinho

No próprio Parque, por exemplo, ocorrem regiões com 480m de altitude que contrastam com picos de mais de 1700m, além da segunda mais alta queda d’água do país, a Cachoeira da Fumaça, que fica no município de Palmeiras, com trilha pelo Vale do Capão. A recente melhora da infraestrutura turística, a abertura de hotéis de elevado padrão e a construção de um aeroporto (Tanquinho de Lençóis) facilitou a atuação de empresas de turismo receptivo.

Hoje, brasileiros e estrangeiros visitam as cavernas, cachoeiras, rios, vales e montanhas. Muitos procuram a região para praticar esportes como escaladas, off-road, rapel, mountain bike, tirolesa, rafting, bungee-jump, cavejump e caiaque, sempre praticados em cartões-postais da Chapada Diamantina, como o Morro do Camelo e a Cachoeira do Buracão. Os sítios que foram quilombos atraem turistas interessados em conhecer pratos típicos e festas populares. Artistas plásticos, esotéricos e pessoas que buscam “contatos imediatos” com extraterrestres também visitam o local.

pati - rodrigo
O Vale do Pati é um dos paraísos que precisa ser visitado | FOTO: Rodrigo Galvão |

Alguns lugares para visitar
A cidade de Mucugê é tombada como patrimônio nacional pelo Instituto Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e foi construída nas margens da Serra do Sincorá. O seu principal destaque é o Parque Municipal de Mucugê, onde está localizado o Parque Sempre-Viva, projeto bem sucedido de educação e preservação ambiental, além do Museu Vivo do Garimpo. Já Igatu é um distrito que pertence ao município de Andaraí e fica localizado entre a sede e Mucugê.

O vilarejo também é tombado como patrimônio nacional pelo Iphan e possui diversos atrativos especiais, como a Galeria Arte e Memória, um museu a céu aberto, que guarda utensílios do garimpo e dos escravos, e as seis cachoeiras ao seu redor, ideais para a prática do trekking e da escalada. Além de ser um dos locais por onde passa a famosa Estrada Real.

igatu
Estrada Real na região de Igatu, distrito do município de Andaraí | FOTO: Maria Vieira |

Leia também:
Chapada: Comemoração ao Dia Nacional do Chorinho acontece em Lençóis

Família aventureira realiza expedição como treinamento na Chapada Diamantina

Chapada: Exposição multimídia sobre as ruínas de garimpos acontece em Andaraí

Chapada: Corrida em trilha leva atletas para Mucugê em novembro; inscrições abertas

A maioria dos turistas que já fez o percurso do Vale do Pati afirma que é um dos melhores e mais bonitos roteiros da Chapada Diamantina. O Pati fica no meio do Parque Nacional da Chapada, entre os municípios de Andaraí e Mucugê, e possui três vias principais de acesso para começo e término da travessia: Vale do Capão, Guiné e Andaraí.

Este trekking se caracteriza por caminhadas em extensas áreas planas, com alguns momentos de subidas e descidas íngremes e passagens por leitos de rios. A cada instante o trilheiro se depara com morros deslumbrantes e enormes, rios magníficos, cachoeiras exuberantes que fazem compreender e admirar a magnitude da natureza local. Aproveite o feriadão na Chapada Diamantina.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas