Chapada: Pré-Jornada da Agroecologia reuniu indígenas e movimentou o município de Seabra

Postado em ago 29 2018 - 1:33pm por Jornal da Chapada
capa23

A jornada é um importante espaço de divulgação e articulação, debates e reflexões sobre a agroecologia no estado | FOTO: Divulgação |

A Pré-Jornada de Agroecologia que aconteceu na semana passada em Seabra, município localizado na Chapada Diamantina, mostrou um pouco do que esperar da VI Jornada de Agroecologia da Bahia, que será realizada na Chapada em 2019. A grande quantidade de jovens e estudantes envolvidos na programação, com a participação e organização do Ifba de Seabra e colaboração da Uneb na cidade, junto com o território de identidade coordenado por Wilson Pianissola. A presença significativa dos povos indígenas como os Payayá, Kiriri Xocó, Tupinambás, Pataxós, Pataxó Hã hã hãe, Kayapó e os Kiriri da Bahia, foi marcante.

A jornada é um importante espaço de divulgação e articulação, debates e reflexões sobre a agroecologia no estado, onde práticas, saberes tradicionais e científicos dialogam entre si. Durante esses últimos anos, a jornada de agroecologia, através da Teia Povos, vem buscando unificar os povos e movimentos sociais, entre eles os indígenas, comunidades tradicionais, assentados de áreas da reforma agrária, estudantes, professores, pequenos agricultores, comunidades urbanas e grupos de agroecologia.

Durante a Jornada de Agroecologia da Bahia são realizadas plenárias, rodas de conversa, espaço auto-organizado de mulheres, oficinas práticas, troca de sementes crioulas, atividades culturais, ciranda infantil, cortejo e demais espaços para o debate e predominância das práticas de transição agroecológica, em contraposição ao projeto industrial e agrário. Jornal da Chapada com informações do site do assentamento Terra Vista.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.