CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal
Trending

Parque Nacional da Chapada Diamantina completa 34 anos de fundação; conheça a história da região

O PNCD pode ser acessado pelos municípios de Andaraí, Ibicoara, Itaetê, Lençóis, Mucugê e Palmeiras, através de 38 trilhas de entrada

O Parque Nacional da Chapada Diamantina (PNCD) completa nesta terça-feira (17) 34 anos de fundação. O PNCD nasceu em 17 de setembro de 1985 por meio do Decreto nº 91.655. Essa região possui 152 mil hectares e protege uma parcela da Serra do Sincorá, especialmente suas nascentes, que é a parte norte da Serra do Espinhaço, cadeia montanhosa que se estende de Minas Gerais até a Bahia. Possui também grande diversidade ecológica e ambiental em seu território, abrangendo, por exemplo, três biomas brasileiros: Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga.

Localizado na região central do estado da Bahia, este santuário ecológico é o segundo maior do Nordeste. É nele que está situado o principal rio baiano, o Paraguaçu, responsável por boa parte do abastecimento da região e da capital, além de contribuir para a preservação de lugares de importância histórica e cultural.

O PNCD é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação Ambiental (ICMBio), uma autarquia ligada ao Ministério do Meio Ambiente, que trabalha exclusivamente em prol das áreas de preservação. A sua área representa apenas uma pequena parte de toda a Chapada Diamantina, região que engloba dezenas de municípios. O PNCD é uma excelente opção para a realização de caminhadas, mountain bike, banhos de rio, escalada e canoagem junto à natureza.

Veja fotos da Chapada Diamantina e região

Este slideshow necessita de JavaScript.

São quase 300 quilômetros de trilhas que percorrem campos rupestres em meio a paisagens de tirar o fôlego. São 33 cachoeiras, entre elas a cachoeira da Fumaça, com 390 metros de altura, duas cavernas, 10 locais de escalada, 16 sítios históricos e o Marimbus, área alagada conhecida como Pantanal da Chapada Diamantina. Porém, ele não concentra todos os atrativos da região, muitos lugares famosos estão localizados ao seu redor.

O Parque Nacional pode ser acessado pelos municípios de Andaraí, Ibicoara, Itaetê, Lençóis, Mucugê e Palmeiras, através de 38 trilhas de entrada. A sede administrativa do Parque Nacional fica na cidade de Palmeiras. Não há estruturas institucionais de apoio à visitação dentro do PNCD, tais como guaritas ou centro de visitantes, portanto não há cobrança de ingressos. Jornal da Chapada com informações do ICMBio e do Guia Chapada Diamantina.

Confira vídeo da cachoeira do Buracão (Ibicoara)

Rio Mucugezinho – vídeo de Nicanor Ramos

Cachoeira do Mosquito

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por VISITE A CHAPADA DIAMANTINA 💚 (@trilheiros_chapada_diamantina) em

Poço do Diabo

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por VISITE A CHAPADA DIAMANTINA 💚 (@trilheiros_chapada_diamantina) em

Cânion do Buracão

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por VISITE A CHAPADA DIAMANTINA 💚 (@trilheiros_chapada_diamantina) em

Cachoeirão por cima

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por VISITE A CHAPADA DIAMANTINA 💚 (@trilheiros_chapada_diamantina) em

Cachoeira da Fumaça

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por VISITE A CHAPADA DIAMANTINA 💚 (@trilheiros_chapada_diamantina) em

Leia também

Diversidade de aves encontradas no Parque Nacional da Chapada Diamantina encanta visitantes

#Turismo: Feriado de 12 de outubro tem a Chapada Diamantina como destino certo

Parque Nacional da Chapada Diamantina tem muitas belezas naturais para conhecer; saiba mais

Onça é fotografada via monitoramento em área do Parque Nacional da Chapada Diamantina

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas