“É hora de intensificar a luta e não esmorecer”, diz Valmir sobre decisão contra Lula

Postado em abr 5 2018 - 4:13pm por Jornal da Chapada
foto

O ex-presidente Lula e o deputado Valmir Assunção | FOTO: Jonas Santos |

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em não conceder habeas corpus preventivo para evitar a execução provisória da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) indignado. Nesta quinta-feira (5), o parlamentar emitiu texto para sua base e para a militância petista do país, dizendo que o momento é “duro” e é preciso intensificar a luta pela democracia no país. “É hora de intensificar a luta e não esmorecer. Não podemos subestimar o ímpeto e a violência de nossos adversários, seja física, jurídica ou política. A votação do STF mostra que o golpe avançou e suas diretrizes estão presentes em todas as instituições”. Para Assunção, não há dúvida de que o momento não é fácil, mas acredita que a esquerda tem todas as condições de enfrentar o período de cabeça erguida.

“Como disse Vladmir Lenin, após uma derrota política, ainda em 1906, ‘nada de lamúrias camaradas, venceremos, pois temos a razão’! Para vencer, entretanto, temos que ampliar à última potência as nossas ações políticas. Na minha compreensão, isso deve ocorrer sob a liderança do PT, de Lula e da presidenta legítima do Brasil Dilma Rousseff, da presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffman, e dos pré-candidatos de esquerda à Presidência da República”, salienta o deputado federal baiano. Valmir acredita que seja o momento de intensificar as caravanas por todo o país. Ele sugere que Dilma e a Gleisi Hoffman estejam à frente, envolvendo governadores, senadores, deputados, prefeitos, vereadores, lideranças políticas dos movimentos sociais, sindicais e todos os partidos e pré-candidatos da esquerda.

“É hora de pegarmos a estrada em defesa do que nos é mais caro, a democracia, os valores de solidariedade e justiça social e o nosso presidente Lula. Eles [os golpistas] não resistirão ao povo! Precisamos fazer nossas atividades nas periferias das grandes cidades, no interior do Brasil, locais onde a política social do PT revolucionou a vida das pessoas e onde reside e resiste nossa imensa e adormecida base social. Com a presidenta do PT e a presidenta legítima do Brasil que carrega mais de 54 milhões de votos e a esquerda unida, vamos à luta e chegaremos à vitória!”, conclui Valmir.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.