Mais brigadistas chegam à Chapada Diamantina para ampliar combate; chuvas são registradas nesta segunda

Postado em jan 4 2016 - 8:00pm por Jornal da Chapada
foto5

Brigadistas atuaram no domingo na região do Morro do Camelo, em Lençóis, onde o fogo chegou a destruir vegetação | FOTO: Reprodução/Açony Santos |

O fogo que retornou em várias localidades da Chapada Diamantina, como em Mucugê, Ibicoara, Lençóis e Palmeiras está sendo combatido por brigadistas de diferentes regiões, como é o caso dos voluntários de Juazeiro-BA e Petrolina-PE, além do Corpo de Bombeiros da Bahia e do Distrito Federal. Em entrevista ao G1, na tarde do último domingo (3), o chefe-substituto do Parque Nacional, César Gonçalves, afirmou que ainda não há informações precisas sobre a proporção do fogo, mas destaca que a falta de chuva e o clima seco colaboram com a proliferação das chamas. “Em dezembro, choveu apenas 20% em relação à média histórica. Em novembro, apenas 15%”, detalha o cenário local.

Existe a expectativa de chuvas em Mucugê, de acordo com previsões de institutos do clima. Segundo Gonçalves, os novos focos não ameaçam as casas da região, mas provocam graves danos à “vegetação de cerrado, aos campos rupestres e às áreas de floresta”. Nesta segunda-feira (4), seguidores do Jornal da Chapada registraram chuvas em diferentes cidades da Chapada Diamantina, como em Ibicoara e Lençóis, onde há focos de incêndios. Também chove em Itaberaba e a previsão é de tempo nublado para os próximos dias na região.

No domingo (3), o combate envolveu brigadistas na região do Morro do Camelo, entre Lençóis e Palmeiras, onde o fogo chegou a ameaçar o ponto turístico, mas foi logo controlado. Atuaram no combate ao fogo no Morro do Camelo as brigadas de Campos do São João, de Resgate Ambiental de Lençóis (Bral) e o Corpo de Bombeiros. Ainda houve a participação de aeronaves contratadas pelo governo baiano.

foto5

A ação no Morro do Camelo contou com a participação de aeronaves do governo | FOTO: Reprodução/Açony Santos |

Leia também:
Fogo na Chapada: Novos alertas para focos de incêndio em Ibicoara, Mucugê, Lençóis e Palmeiras

Incêndios são controlados e todas as trilhas do Parque Nacional da Chapada Diamantina estão liberadas

Vídeo: Músico baiano homenageia a Chapada Diamantina em canção; confira aqui

Fogo e protesto
Focos de incêndio voltaram a atingir áreas de vegetação em cidades na Chapada Diamantina, região turística da Bahia que teve milhares de hectares destruídos pelo fogo nos últimos meses do ano. Segundo informações da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, ressurgiram focos na área que pertence ao município de Ibicoara e Mucugê.

Segundo brigadistas como Homero Vieira dos Santos, presidente dos Combatentes de Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), os incêndios têm sido feitos de forma criminosa e com o intuito de arrecadar as verbas enviadas pelos órgãos públicos. “São os mesmos focos. O fogo não foi combatido eficientemente”, afirma Homero. Ele e representantes da Cifa estão convocando pessoas interessadas na defesa da biodiversidade da Chapada para se manifestarem contra o que eles chamam de “descaso dos Governos Estadual e Federal”. A ação acontece às 9 horas desta terça-feira (5), em frente ao Posto do Pai Inácio, às margens da BR-242.

Jornal da Chapada

Leia também:
Chapada: Prefeitura de Palmeiras aumenta taxas em pontos turísticos do município

Pode chover na Chapada neste final de ano; litoral e demais regiões terão tempo firme

Chapada: Jacobina e Miguel Calmon não têm focos de incêndio; foram 23 dias de combate

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

3 Comentários Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.